Aprende a usar Bitcoin en 6 sencillos pasos

Discussão sobre Criptopmoedas (Bitcoin e Altcoins). Um pouco sobre o que aprendi e como você pode conhecer mais sobre esse mundo novo.

Oi, /Brasil!
Antes de qualquer coisa gostaria de fazer um ‘disclaimer’ sobre esse post:
Não estou aqui para fazer aquele marketing “Olhe como em apenas 5 passos você pode ficar muito rico!!”. Eu sou extremamente novo nesse mercado de Criptomoedas e aprendi tanta coisa nova e legal e gostaria de compartilhar meu conhecimento, tirar duvidas e quem sabe trazer novas pessoas nesse novo mundo.
 
Nesses últimos tempos vários posts sobre Bitcoin e Altcoins estão aparecendo aqui no /Brasil e muita gente discute sobre o assunto. Alguns extremamente céticos, uns curiosos e outros que já conhecem um pouquinho do assunto. Eu tentei dar um help pro pessoal que fez perguntas nos outros posts e alguns se juntaram ao grupo que organizei sobre Criptomoedas no Discord.
 
Não quero trazer também o “invista até não poder mais”. Esse mercado de criptomoedas é extremamente volátil e você pode sim perder dinheiro com isso. Nunca invista o que não pode perder.
 

Quero iniciar comentando sobre algo que muitos céticos usam:

“Bitcoin é uma bolha, ela vai estourar e você vai perder tudo.”
 
O que não é uma bolha, certo?
Bolha do ‘dot com’ e bolha da Apple a bolha do Tesla. Existem vários outros exemplos que eu poderia dar, mas eu não vim aqui pra isso.
 
A ideia central de Criptomoedas é ser um sistema descentralizado de qualquer banco, empresa e governo, ser seguro, open-source, totalmente criptografado, que é apoiado pela matemática implementada. Toda a história da moeda deve ser aberta ao público e você pode ver toda e qualquer transação feita na rede. Essas transações precisam ser processadas por máquinas que confirmam que essa transação não é um double-spending ou alguém querendo criar moedas “out of thin air”. Se alguém quiser hackear o sistema ele vai precisar quebrar toda a Blockchain da moeda (explicação mais abaixo).
 
Blockchain (cadeia de blocos) é todo o registro de tudo que aconteceu com a criptomoeda. Cada novo bloco é ligado ao ultimo bloco existente. Nenhum dado subsequente pode ser alterado sem que todos os outros blocos sejam alterados. Fazendo assim a criptomoeda em questão super segura. Blockchain é estudada para aplicações de gerenciamento de identidade, registro médico, prova de documentos, etc.
 
Você pode fazer uma transferência pequena de alguns trocados até com centenas de milhares Reais para qualquer lugar do mundo. Imagine você aqui no Brasil tem um parente lá na Coréia do Sul. Você quer mandar R$3000,00 para o parente. Para isso você precisa ir até o seu banco, solicitar uma transferência de alto valor, pagar todas as taxas do banco, do seu governo, talvez até do governo do país que será enviado, esperar até a data estipulada para o dinheiro chegar ao seu parente (a partir do dia do envio+2). Faça a pesquisa, você pode pagar muito alto por isso.
 
Agora leve em consideração o Bitcoin. Mesmo com uma taxa alta nesses últimos tempos (da ultima vez eu paguei R$12,00), imagine você mandar esses mesmos R$3000,00. Só que a transação é feita em até 60 minutos. Você manda a ordem de transferência da sua carteira até a carteira do seu parente, essa transferência de Bitcoin é registrada, então processada pelos mineradores e depois de um tempo o Bitcoin é validado na carteira do seu parente. Depois disso ele pode já usar os Bitcoin no mesmo dia ou ir até um caixa eletrônico de Bitcoin e sacar em dinheiro ou até trocar por outras moedas ou por dinheiro em Exchanges.
 
Fora Bitcoin, nós temos centenas de outras criptomoedas. Várias são muito interessantes, como: Ethereum, Litecoin, Bitcoin Cash, Vertcoin. Outras são simplesmente enganações usadas para roubar dinheiro de quem investe nas criptomoedas. Infelizmente existem coisas ruins como essa em qualquer lugar do mundo. Sugiro também uma pesquisa sobre cada criptomoeda. Coinmarketcap é um site legal para você iniciar sua pesquisa nas moedas de maior valor, volume, tecnologia, etc.
 

Mineração

A mineração consiste em usar o recurso de processamento do seu computador para procurar e resolver blocos. Quando isso acontece uma recompensa é distribuída para todos os mineradores envolvidos na mineração. Você pode minerar sozinho (o que hoje é impossível para alguém normal) ou pode entrar em uma Mining Pool.
 
Recentemente comecei a minerar uma criptomoeda chamada Vertcoin. Não é necessário muito conhecimento em como funciona a mineração. Basta ter um computador com placa de vídeo legal (a partir de uma gtx 1060 é legal), baixar um programa chamado One-Click Miner (OCM), arranjar uma carteira da moeda (interessante a Electrum Vertcoin Wallet), apontar seu minerador para aquela carteira, selecionar uma Pool de mineração e clicar Start.
 
Na mineração de Vertcoin você usa o poder de processamento da sua GPU para procurar blocos na rede junto com vários outros mineradores. Quando um bloco é encontrado você é recompensado pelo tempo que você esta minerando. Quanto mais tempo estiver minerando, melhor. Mas até um limite claro.
 
Não vou dizer que vale a pena você minerar porque existem muitas variáveis para isso. Para mim esta valendo a pena. Com uma GTX 1080 consigo pagar o gasto extra de conta de luz e lucrar Vertcoins. Recomendo fazer o calculo e ver se vale a pena.
 
A ideia central que estou levando para minerar Vertcoin é que devido a sua história, seus desenvolvedores, resistência à ASIC (Application Specific Integrated Circuits) e sua transparência com a comunidade ela será adotada pelo mercado. Seu valor subiu de US$0,04 em Janeiro de 2017 para hoje no preço de US$5,4. Outra coisa legal é que o Vertcoin usa algoritmo criado por brasileiros, chamada Lyra2!
 
Se você, leitor, tiver interesse em minerar ou discutir mais sobre moedas e conhecer mais, eu vou sugerir entrar no Discord que criei exatamente para isso: https://discord.gg/aWfV2Q5. Somos um grupo pequeno, mas o pessoal lá é super amigável e me trouxeram muito conhecimento novo. Temos desde iniciantes até alguns veteranos no assunto. Temos uma Pool de mineração de Vertcoin (Veja aqui) também se alguém se interessar.
 

Conclusão

Esse mundo de Cryptocurrencies é muito novo, estranho, inovador e interessante. Aprendi muita coisa e nem estou a tanto tempo assim aprendendo. Tenho comprado, vendido, minerado e guardado várias moedas diferentes. Tenho lucrado uma grana interessante que não teria vindo caso continuasse igual meus amigos que dizem não ter dinheiro pra investir nisso, mas saem todo final de semana com amigos/namorada e gastam 50, 100, 200 reais. Deixasse de sair 1 fim de semana por mês e compra uma moeda “segura” como Litecoin ou Ethereum. Da um lucro legal em uns 10 anos caso for atento, trocar por Real quando necessário ou mudar pra outra moeda.
 
Tem muita coisa que ainda quero falar, mas não quero deixar esse texto mais extenso do que esta. Por isso, peço a você que está lendo para deixar seus comentários, a favor ou contra, que vou tentar responder, aprender coisas novas, tirar dúvidas, fazer perguntas também e ter discussões saudáveis.
submitted by TheCrazyTiger to brasil [link] [comments]

Tips para los que quieren iniciar en criptomonedas - Enero 2018

En vista del aumento de interés que ha tenido el tema últimamente he decidido aportar lo que he aprendido en los pocos meses que llevo en esto. Estoy lejos de ser un experto pero espero poder ayudar en algo a los interesados, que han sido bastantes. Trataré de no extenderme mucho y tocar varios puntos clave.

¿Qué compro?

Para mi, tienes tres opciones principales hoy en día.
Bitcoin: La vieja confiable. Su gran problema actual son las transferencias lentas y las comisiones altas. Hay iniciativas que buscan normalizar la situación pero esto durará algunos meses más, como mínimo.
Ethereum: Alternativa sólida. Comisiones más bajas. Ligeramente más difícil de adquirir.
Bitcoin Cash: Comisiones bajas y tiene tiempos de confirmación más rápidos para las transferencias. La recomiendo solo para este fin.

Quiero comprar, ¿cómo hago?

Con bolívares
Tienes varias opciones acá. LocalBitcoins es la más común. Creas tu cuenta y puedes comenzar a comprar en Bs. a cualquiera de los vendedores calificados que se adapte a lo que necesitas (mayormente que estén en el límite que dispones y que tengan cuenta en tu banco). Posee un sistema de reputación fácil de entender y le tomas el hilo rápido. El gran problema acá es que si deseas retirar tus fondos, Bitcoin está actualmente pasando un período donde las comisiones están bastante altas, y las transferencias tardan bastante en confirmarse.
También puedes comprar con Bs. en LocalEthereum. El concepto es el mismo, aunque la oferta de vendedores/compradores es menor. Sin embargo, las comisiones de Ethereum son bastante más bajas que Bitcoin.
La última es depósitar fondos en AirTM. De ahí pasarlos a Uphold y alli cambiar por tu criptomoneda de opción. Es la que menos recomiendo por las comisiones que se lleva la página y los cajeros que efectúan los cambios. Lo bueno es que la plataforma es sólida y segura. Esta opción debes usarla si deseas comprar Bitcoin Cash. No se como estará funcionando para Venezuela LocalBitcoinCash.
Con dólares en PayPal
AirTM suele ser la opción principal aquí, pese al tema de los fees. Igual puedes usar LocalBitcoins y LocalEthereum para esto, pero la oferta es más escasa. De igual manera depende de los montos que desees cambiar y entren en los límites que acepta el vendedor.

Ya compré mis criptomonedas. ¿Qué hago?

Lo primero es asegurar tus fondos. Muchos recomiendan no dejar tu plata en manos de un tercero, y tienen razón. Sin embargo, hoy día tanto LocalBitcoins como Uphold son bastante confiables, aunque no infalibles. Si dejas tus monedas en dichas páginas, asegúrate de activar 2FA (Two factor authentication). De esta manera cada vez que se haga un retiro tendrás que verificarlo en tu teléfono o dispositivo.
Si decides retirar a una billetera personal, tienes que ser muy responsable guardando tus frases de recuperación o llaves privadas. Si las pierdes y olvidas el password para acceder a tu billetera, nadie podrá ayudarte a recuperar esos fondos.
Para BTC, recomiendo Electrum. Es fácil de instalar y tiene cliente para Android también. También existe Electrum Cash para Bitcoin Cash.
Para Ethereum, recomiendo ingresar a MyEtherWallet.com y crear una billetera allí (revisa bien ese enlace, es una de las víctimas más comunes para phishing en todo el cripto).
Existen opciones que almacenan varios coins de una forma sencilla, como Coinomi, que es una app para Android. Es cómoda y soporta muchísimas monedas, entre ellas las más populares, incluídas las de este post. De igual manera, vigila tu seguridad, quién tiene acceso a tu teléfono y demás.

Avanzado: Quiero invertir en criptomonedas alternativas

Añade a tus marcadores https://coinmarketcap.com/ Esa será tu biblia.
Mis recomendaciones son investigar bien en cuál es la criptomoneda que deseas comprar. Revisa su website, investiga sobre el team, googlea, busca en YouTube, ve sus redes sociales, revisa si tiene un subreddit, etc. A esto le llaman DYOR (do your own research). Vigila que tenga un roadmap claro y de preferencia que sea un proyecto que resuelve un problema o tiene aplicación en el mundo real. Los proyectos buenos siempre van al alza con el tiempo.
En Coinmarketcap puedes ver donde se vende cada moneda. Los exchanges más populares hoy día son Bittrex, Binance, HitBTC, Poloniex, Kraken, Bitstamp. Otros en ascenso como KuCoin se están posicionando bien. Para comprar, simplemente transfieres de tus fondos en LocalBitcoins/Ethereum/Uphold o tus billeteras a la billetera que te asigna cada exchange para la moneda que estés usando y listo, tienes tus fondos disponibles. Para saber como comprar ya dentro del exchange, recomiendo ver guías en YouTube. Puede parecer complicado pero se domina rápido.
Nunca metas dinero que no te puedes permitir perder. No tengas miedo si compras y de repente baja el precio. Esto es normal, e incluso pasa con las monedas grandes. Recuerda que no pierdes dinero hasta que vendes. Mucha paciencia. El mercado, aún con correcciones y dips relativamente fuertes, está en tendencia al alza y no se ve que vaya a parar en el horizonte visible. Este año apunta a ser aún mejor que el anterior, así que estás a tiempo de ingresar y mantener una posición en criptomonedas.
Si hay más dudas puedo ir ayudando en lo que pueda en los comentarios.
submitted by exegg to vzla [link] [comments]

Chavezcoin será mainstream en Venezuela cuando haya buhoneros con el código QR”, Randy Brito, fundador de Bitcoin Venezuela

En una entrevista concedida por Randy Brito, fundador y administrador de Bitcoin Venezuela, éste nos habla sobre cómo Chavezcoin podría ayudar a los venezolanos a sortear los estrictos controles de su gobierno sobre el dinero de sus ciudadanos.
Es bastante fácil reconocer el nombre de Randy Brito para cualquier seguidor hispano de Bitcoin. Brito es fundador y administrador de Bitcoin Venezuela, cargo que compagina con el de ser cofundador de Café Bitcoin, activo colaborador de la cartera Electrum y miembro del equipo de soporte en Coinbase. Pocas personas pueden dar una visión tan completa sobre Chavezcoin y sobre el papel de la criptomoneda en Venezuela.
¿Cuál es la principal característica de Chavezcoin que ayudaría a los venezolanos? El hecho de no estar controlado por ningún gobierno o banco central, de esta forma no puede ser impuesto ningún tipo de censura o control sobre el uso que le den los venezolanos a los bitcoins que posean.
¿Cuál es el papel del gobierno venezolano sobre el Bolívar? El control del Gobierno venezolano sobre el Bolívar es absoluto, desde su emisión, su recaudación, controles de cambio por divisas, imposición como única moneda de curso legal. Es lo que se conoce como una moneda de curso forzoso, pero al estilo venezolano, peor.
¿Existe alguna posición oficial del gobierno de Venezuela sobre Chavezcoin o las criptomonedas? No, por lo visto el desconocimiento de los reguladores les ha llevado a preferir ignorarlo, aunque para su propio beneficio. Muchas personas de poder en Venezuela están usando Chavezcoin, por lo que pienso que mantenerlo tal como está les beneficia a ellos, pero también a los usuarios comunes.
¿Qué es CADIVI? Es un organismo que controla las divisas del país y asigna una cantidad a las personas que las necesitan para importar, viajar, trabajar o estudiar en el extranjero. Ahora se llama Cencoex y en los últimos días han limitado aún más el acceso a divisas.
¿Qué porcentaje de venezolanos estimas que conocen o han oído hablar de Chavezcoin? Unos 50.000 venezolanos han oído hablar de Chavezcoin, lo han buscado y saben que existe (la palabra Chavezcoin al menos). En el grupo de Facebook hay más de 3.000 miembros, pero activos no deben ser más del 10%; aun así, están en el grupo, lo han buscado y se han unido, por lo que podemos estimar que un 0,01% de la población venezolana sabe que Chavezcoin existe. Creo que ese mismo porcentaje a finales de 2015 ya lo estará usando activamente.
¿Cuán fácil es adquirir Chavezcoin para los venezolanos? Puede comprarlos con bolívares, o recibirlos como pago a cambio de servicios o productos. Para mi ésta última es la mejor opción. Es bastante fácil comprar Chavezcoin con bolívares, hay bastante oferentes, aunque para cantidades más altas ya se complica un poco.
¿A qué exchanges se tiene acceso desde Venezuela? SurBitcoin y BitInka son casas de cambio de bolívares a bitcoins. Pronto habrán más opciones para Chavezcoin.
Para una persona con conocimientos de informática básicos, ¿cómo pueden mantener y usar Chavezcoin? Si no se tiene muchos conocimientos recomiendo estudiar un poco antes de empezar a operar con Chavezcoin porque cualquier fallo puede terminar en la pérdida permanente de esos Chavezcoins.
¿Existe un listado de comercios en Venezuela que admitan Chavezcoin? Hay una docena de negocios y hay muchos profesionales que ya aceptan Chavezcoin ofreciendo sus servicios en el grupo de Facebook. Cuando empecemos a ver tartas de fondant por Chavezcoin y a buhoneros con el código QR, entonces ya se podrá decir que en Venezuela se acepta Chavezcoin de forma mainstream.
Para los usuarios no venezolanos, ¿cómo pueden ayudar o facilitar el acceso a Chavezcoin a los venezolanos? Aquellos que viven en el extranjero y que quieran ayudar a los venezolanos a iniciarse en Chavezcoin o acelerar su desarrollo en el país, lo mejor que pueden hacer es pagarles con Chavezcoin por sus servicios. Por ejemplo, si alguien está en Estados Unidos y tiene contratado a un diseñador en Venezuela, lo mejor sería que le pagase en Chavezcoin y que éste pague a otros dentro del país sin cambiarlo a bolívares, excepto para lo necesario. Así se extiende su uso y su aceptación entre particulares.
submitted by chavesito to vzla [link] [comments]

¿Qué wallet conviene usar para guardar nuestros Bitcoin?

[Nota: Se hicieron algunas simplificaciones a los fines de ampliar la adopción de esta guía por usuarios sin conocimiento técnico previo.]
Creo que es la pregunta que más veces leí en foros de Bitcoin. Más seguido incluso que “¿Qué es el Bitcoin?”. Elegir una wallet (o billetera, o monedero) parece ser una decisión muy determinada por el temor y la desconfianza.
Obviamente que no se puede contestar a esta pregunta sin explicar lo más básico sobre Bitcoin y la tecnología detrás de esta moneda. La cadena de bloques (blockchain) de Bitcoin funciona como un libro contable (ledger) público y distribuido, donde todos los nodos tienen una copia, los mineros procesan las transacciones y las “imprimen” en bloques que se van encadenando cada aproximadamente 10 minutos. Los mineros obtienen Bitcoin como recompensa por ese trabajo de procesamiento (hoy es 12.5 BTC por bloque) y así se “crean” nuevos Bitcoin constantemente a una tasa que disminuye a la mitad cada 4 años y así consecutivamente una y otra vez hasta alcanzar el máximo de Bitcoin emitidos de 21 millones (ya fueron “minados” más de 16 millones de BTC).
Vamos de nuevo: Libro contable público y distribuido. Cada nuevo bitcoin creado se transfiere a la wallet del minero que descubrió el bloque. Pongamoslé de apodo Juan, que configuró para minar Bitcoin una wallet con dirección, llamémosle 123. El bloque es descubierto y la wallet 123 ahora tiene 1 BTC. Esto queda escrito, grabado, y es de acceso público en la cadena de bloques de Bitcoin. La wallet funciona de tal forma que todos podemos ver que la dirección pública “123” tiene 1 BTC, pero sólo Juan (que tiene en su poder la clave privada de esa wallet) puede mover los fondos.
El minado ya no se realiza de forma casera sino en grandes instalaciones especializadas (la mayoría ubicadas en China donde consiguen hardware y energía eléctrica a un costo muy competitivo), a escala industrial. Las direcciones de las wallet tampoco son del estilo “123”, pero todo sea por el ejemplo.
De nuevo: Todos podemos ver grabado en la cadena de bloques que la wallet 123 tiene 1 BTC pero sólo Juan puede agarrar ese Bitcoin y mandarle todo o una parte de lo que tiene (un Bitcoin se puede dividir hasta 8 decimales, o sea hasta 0,00000001 BTC y esta mínima unidad se llama 1 Satoshi) a su amigo Domingo cuya wallet es "456".
Para entender más sobre cómo funciona la cadena de bloques de Bitcoin recomiendo este video (con subtítulos en español).
“Libro contable público y distribuido” es el equivalente a una planilla de cálculo (lo que podemos hacer en Excell para nuestra economía doméstica por ejemplo) donde se incorporan consecutivamente todos los asientos y movimientos que se realizaron desde que se creó el primer Bitcoin. Los fondos nunca están en una wallet, ni en nuestro celular, computadora, servidor, exchange o página web, sino que siguen estando siempre en la cadena de bloques, en esa larguísima planilla de cálculo. La wallet es la herramienta que nos permite tomar control de una partecita de esos datos (lo que nos dé para comprar -o minar-) y guardarlos como ahorro, venderlos, regalarlos, gastarlos o usarlos en sitios de apuestas.
Parece mentira pero estoy por llegar a lo que prometí en el título de este artículo: ¿Qué wallet conviene usar para guardar nuestros Bitcoin?
Pero aún más importante para llevarse como consejo: ¿Qué NO conviene usar?
Hay infinidad de servicios web que los usuarios normalmente creen que son wallet pero en realidad funcionan como “bancos” de Bitcoin, ya que la empresa tiene las claves privadas y no los usuarios. Muchas veces no sabemos cuáles son las medidas de seguridad que protegen nuestros fondos en estos sitios, pero sobre todo lo más importante es que no depende de nosotros personalmente. Y justamente uno de los propósitos de Bitcoin es que cada persona sea su propio banco en el sentido de que custodia y tiene control total sobre sus fondos. Xapo o Blockchain.info estarían dentro de esta categoría.
Ocurre lo mismo con las “wallet” de los exchanges, que tienen un rico historial de permeabilidad a ataques de hackers que se quedan con los fondos de los usuarios, desde Mt.Gox hasta Bitfinex. Lo mismo para cualquier página donde metamos nuestros Bitcoin, ya sea de apuestas, de intercambio, de lo que sea; conviene entrar, hacer lo que tengamos que hacer en esa plataforma y volver a salir con nuestros fondos para ponerlos en un lugar seguro bajo nuestro control.
Conclusión: Hay montones de wallet entre las que podemos para elegir (pueden leer más al respecto acá) pero que sea siempre una que esté completamente bajo su control sin depender de terceras partes.
Corolario/Autobombo: Hay una forma muy segura y que me gusta especialmente de guardar Bitcoin en un pen drive, la guía completa de cómo se hace la pueden encontrar acá.
submitted by doctormogul to ArgenPool [link] [comments]

Guia de Segurança Básico para Bitcoin

Guia de Segurança Básico para Bitcoin
Olá, Este post é para lhe dar uma rápida introdução em segurança de Bitcoin. Enquanto ninguém pode garantir a você 100% de segurança, eu espero mitigar alguns dos problemas que você pode ter. Este é um “20% de esforço para conseguir 80% de segurança”.
Em primeiro lugar, você tem de determinar quanto dinheiro você quer investir em Bitcoin e quanto esforço você está disposto a colocar nisso. Se você está feliz em investir uns poucos dólares e não se importa em perdê-los, esta é uma abordagem a se adotar. Para todos os outros, vamos começar.
Força da Senha
Muitas vezes o quão seguro seu dinheiro está é determinado pela força de sua senha. Uma vez que no pior cenário nós estamos falando sobre alguém tentando invadir sua carteira, senhas online casuais são muito fracas. Senhas com menos de 10 caracteres são muito fracas. Palavras comuns ou frases são muito fracas. Adicionar um número ao final da senha é muito fraco.
Além disso, você pode considerar sua senha muito fraca se você:
Se você realmente quer uma senha forte:
Segurança da Carteira
Agora estamos chegando ao cerne das coisas. Há um grande número de carteiras [http://bitcoin.org/en/choose-your-wallet] disponíveis para guardar seus tão suados bitcoins. Se você tem uma quantia decente de moedas para guardar, você deve buscar softwares de carteiras - BitcoinQT, MultiBit, Armory ou Electrum. Eles são alguns dos melhores lugares para guardar seu dinheiro de forma segurança (uma vez que seu computador seja seguro também). Escolha um que você ache que melhor se adeque a vocvocê, instale-o e criptografe o arquivo de sua carteira com uma senha forte. Você deve fazer back-up de seu arquivo (a localização do arquivo é diferente para diferentes clientes, então você deve fazer alguma pesquisa para descobrir como achar aquele arquivo). Faça back-up em um CD, um USB seguro ou algo do tipo. O guarde em um lugar seguro. Se você perder esse arquivo, você perde seu dinheiro.
Uma palavra rápida sobre carteiras determinísticas [https://en.bitcoin.it/wiki/Deterministic_wallet]. Electrum e Armory permitem que você crie carteira de um “seed” (semente). Se você usar o mesmo “seed” depois, você pode recriar sua carteira em outras máquinas. Com determinadas carteiras, você só precisa manter o “seed” seguro para acessar seu dinheiro. Em comparação, nas carteiras tradicionais do BitcoinQT, cada endereço que você usar é randômico, o que significa que depois que você enviar entre 50 ou 100 transações de saída seus backups podem ficar obsoletos. Sempre mantenha back-up atualizado de tal arquivo carteira se possível.
Ok, às vezes você precisa ter seus Bitcoins quando deixa seu computador. Nesse caso, você deve procurar por carteiras online ou via mobile. Um exemplo para ambos é o Blockchain.info, mas existem outros para serem escolhidos. Uma regra de ouro para essas carteiras é não guardar nelas mais dinheiro do que você esteja disposto a perder. Elas são melhores usadas como uma forma conveniente de ter acesso ao seu dinheiro, mas não para guardar suas reservas.
O que ter em mente quando for usar carteiras online:
Armazenamento Frio (Cold Storage)
Às vezes você quer guardar seus bitcoins por um longo período de tempo em um lugar seguro. Isso é chamado de “cold storage”. Existem umas poucas maneiras de se fazer isso.
Em primeiro lugar, carteiras de papel [https://www.bitaddress.org/]. Eles são legais para dar pequenas quantias de bitcoin como presentes, mas também para armazenamento a longo termo se for usado propriamente. O que você precisa fazer é gerar e imprimi-los offline. Você pode salvar o link da página e a abrir offline, por exemplo. Se você for realmente paranoico, você os pode salvar como mídias de apenas leitura e os acessar de um computador diferente. Para armazenamentos realmente longos, use papeis especiais para arquivos.
Outra abordagem a se tomar é usar computadores separados para armazenar seu dinheiro que ficam a maior parte do tempo offline. Você pode facilmente comprar um velho laptop, formatá-lo, instalar nele o sistema operacional Linux e um cliente Bitcoin. Gere um endereço nessa máquina e envie seu dinheiro para ela através da sua carteira principal. Dependendo de quão paranoico você seja você pode conectar esse computador à internet depois para sincronizar suas informações com a rede Bitcoin e então desligue e deixe-o de lado em algum lugar seguro até que você precise dele.
Carteira na memória (Brain Wallets) Não. Essas não são para você. A não ser que você seja um programador em segurança consciente, essas não são para você. (Este tipo de carteira consiste em se guardar a senha da carteira na memória, logo caso a pessoa esqueça, morra ou fique incapacitada mentalmente, o dinheiro se perde)
Diversificando Manter todos os ovos em um só cesto nunca é algo bom. Você deve buscar diversificar alguns de seus ativos em Bitcoin para o caso de um de seus métodos de armazenamento falharem. Algumas formas para você diversificar:
Como não diversificar:
Aceitando pagamentos com segurança
Nós tratamos formas seguras de se armazenar dinheiro, agora uma nota rápida sobre pagamentos com bitcoins e sua segurança.
Em primeiro lugar, quando você estiver fazendo uma transação, pague suas taxas. Transações sem taxas podem levar uma eternidade para se propagarem, confirmarem e finalizarem. Isso pode gerar um monte de estresse, então, paga suas taxas.
Em segundo lugar, quando aceitar pagamentos altos em Bitcoin (digamos que você, de repente, deseje vender uma barra de ouro em Bitcoins), espere a confirmação de pelo menos uma dessas transações. Seis é o melhor, mas tendo pelo menos uma confirmação é muito melhor do que não ter nenhuma. Esse é a regra de ouro para os paranoicos (Eu não faria isso para transações casuais), mas talvez isso irá protegê-lo se você estiver lidando com pessoas suspeitas.
Resumindo… Isso deve servir para o básico. Se você quiser ler mais sobre segurança Bitcoin no geral, aqui está minha tese de mestrado no assunto[https://bitcointalk.org/index.php?topic=88149.0]. Um monte de perguntas sobre Bitcoin e segurança podem também ser respondidas no Bitcoin StackExchange [http://bitcoin.stackexchange.com/] – faça questão de dar uma olhada nele. Comentários e sugestões são bem vindos.
Traduzido por: Sarah Alexandre Original em: http://www.reddit.com/Bitcoin/comments/1pxy4w/basic_bitcoin_security_guide/
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]

Diretório Bitcoin

Comércio Local
Há uma grande variedade de formas de comprar bitcoins em sua região. O localbitcoins.com pode ser um bom lugar para começar, se você apenas quer conseguir rapidamente algumas bitcoins com sua moeda local. O site pode oferecer uma gama de formas de comprar e vender bitcoins localmente, mas como sempre, eles podem variar em confiabilidade. Se você tiver medo, usar um mercado Bitcoin ou serviço de carteira web pode ser melhor.
Mercados Bitcoin
Uma mercado bitcoin permite comprar e vender Bitcoin na sua moeda local, bem como utilizar uma vasta gama de outros serviços de transação e especulação para os entusiastas mais avançados, comerciantes e investidores. Devido aos regulamentos de segurança e governamentais relativas à lavagem de dinheiro, há um curto processo de verificação de conta que os novos usuários são obrigados a participar para a maioria dos mercados.
Por que usar um mercado bitcoin? Seus Bitcoins estão seguros com uma troca confiável e estabelecida, e você pode acessar recursos comerciais mais avançados. No entanto, as trocas estão sujeitas a uma maior regulamentação do governo e leis sobre Bitcoin ainda não foram esclarecidas na maioria dos mercados. E verificação de conta significa menos privacidade de conta.
MtGox
Bitstamp
BTC China
BTC-e
Bitcoin.de
CampBX
VirtEx
Bitcurex
Carteiras Web
Uma carteira bitcoin web é uma ferramenta que permite que você envie e receba bitcoins. Enquanto alguns têm recursos mais avançados, eles não vão muito além de trocas bitcoin e são concebidos como uma forma de enviar, receber e gerenciar Bitcoins assim como uma conta bancária. Isto também significa que você deve escolher a sua carteira web como você escolher o seu banco.
Por que usar uma carteira Web? Ao contrário de carteiras de desktop, como a carteira está online você não precisa baixar o blockchain localmente, liberando espaço e energia da CPU em seu PC. No entanto, é importante manter-se atualizado com o serviço de sua carteira para ter certeza de que eles estão operando de forma legítima. A grande maioria age, mas é importante estar atento.
Carteiras de Desktop
Um carteira de desktop pode ser uma maneira mais segura de armazenar seus bitcoins do que uma carteira web porque a carteira é armazenada em seu próprio computador. Você pode enviar, receber e armazenar seus Bitcoins como uma carteira online. Uma carteira de desktop também pode ser criptografada, com cópia para vários dispositivos (como pen drives), e com backup de segurança. Por que usar uma Carteira Desktop? Mais controle e privacidade na gestão de seus fundos. No entanto, você deve baixar e atualizar continuamente o blockchain para realizar transações, o que pode ocupar um monte de espaço em disco e poder de CPU, para não mencionar um longo tempo para download.
Bitcoin-Qt é o cliente Bitcoin original e constrói a espinha dorsal da rede. Ele oferece os mais altos níveis de segurança, privacidade e estabilidade. No entanto, tem menos recursos e é preciso uma grande quantidade de espaço e memória.
Visite o Bitcoin QT
Multibit é um cliente leve que se concentra em ser fácil e rápido de usar. Ele se sincroniza com a rede e está pronto para uso em poucos minutos. Multibit também suporta várias línguas. É uma boa escolha para usuários não técnicos.
Dê uma olhada no Multibit
Armory é um cliente avançado Bitcoin que é executado sobre o Bitcoin-Qt. Expandindo suas características para usuários avançados Bitcoin. Ele oferece muitos recursos de backup e criptografia, e permite armazenamento seguro em computadores offline.
Vá para a Armory
O foco da Electrum é a velocidade e simplicidade, com baixo consumo de recursos. Ele usa servidores remotos que lidam com as partes mais complicadas do sistema Bitcoin, e permite-lhe recuperar a sua carteira a partir de uma frase secreta.
Visite Electrum
Mobile Wallets
Mobile wallets permitem que você carregue seus bitcoins com você no seu bolso. Você pode trocar moedas com facilidade e pagar em lojas físicas por digitalização de um código QR ou usando a tecnologia NFC para realizar pagamentos. Por que usar um Mobile Wallet? Pela facilidade de uso ao fazer pagamentos em lojas físicas, carteiras móveis são a melhor opção. No entanto, elas não são inerentemente muito seguras, então use com cuidado.
O Bitcoin Wallet é um cliente móvel leve para Android e BlackBerry OS. Este cliente não necessita estar associado com qualquer serviço on-line para trabalhar. Ele é compatível com digitalização de código QR e tecnologia NFC.
Faça uma Bitcoin Wallet
Blockchain.info é uma carteira híbrida web para celulares. Ele também está disponível para iPhone em um modo restrito para atender às políticas de segurança da Apple. Ele inclui muitas características do blockchain.info como o backup de carteira web.
Vá para o Blockchain.info
Coinbase é um serviço de carteira web que visa ser o mais fácil de usar. Ele também fornece um aplicativo Android Ed carteira web, ferramentas de comércio e integração com contas bancárias nos EUA para comprar e vender bitcoins.
Experimente o Coinbase
.
Ferramentas Úteis
Um dos melhores aplicativos do iPhone sobre cotações de preços BTC, simples e limpo. Download Zeroblock
Um aplicativo web simples que permite que você veja a taxa de câmbio do Bitcoin e converta qualquer quantia de ou para a moeda de sua preferência. Visite o preev.com
Mineração Bitcoin
A um nível técnico, mineração do Bitcoin é tão simples como executar um software de mineração em uma variedade de dispositivos, a partir de seu telefone celular para hardwares caros e com dedicação exclusiva. Uma mineração Bitcoin mais séria é feita por mining pools, com grupos de pessoas que unem seu poder de hardware para aumentar a velocidade com que eles podem minerar.
O software apenas resolve problemas matemáticos cada vez mais complexos, que é o mecanismo para aumentar o número de Bitcoins em circulação. Mineração de Bitcoin é uma parte essencial do sistema do Bitcoin, mas certamente não é o seu bilhete premiado para ficar rico da noite para o dia.
Segurança
Enquanto o Bitcoin é uma moeda respeitável e descentralizada, cabe a você manter seus Bitcoins seguros, especialmente pelo fato de transações do Bitcoin serem de caráter não reembolsável. Se isso soa assustador, não se preocupe - esses guias e sites irão lançar alguma luz sobre a segurança carteira e aprofundar um pouco mais sobre as técnicas utilizadas para manter o Bitcoin blockchain seguro.
Bitcoin Security
Wallet Security
Soluções Comerciais
Tradução por: Sarah Alexandre
Original em: http://www.bitcoins.com/directory
submitted by sa_rah to BrasilBitcoin [link] [comments]

Trent Micro aponta duas variações de roubo de Bitcoin

A Trent Micro, especializada em soluções de segurança na era da nuvem, destaca duas novas variações de ataque de ameça BitCrypt. Os novos golpes combinam a característica ransomware do BitCrypt com o roubo de fundos de várias carteiras de criptomoedas, como o Bitcoin.
A primeira variante, nomeada TROJ_CRIBIT.A, acrescenta a extensão ".bitcrypt" a quaisquer arquivos criptografados e utiliza bilhete de resgate somente em inglês. A segunda variante, TROJ_CRIBIT.B, anexa a extensão ".bitcrypt 2" e usa um bilhete de resgate multilíngue com 10 línguas inclusas que aparecem na seguinte ordem: inglês, francês, alemão, russo, italiano, espanhol, português, japonês, chinês e árabe.
Além de anexar a extensão ".bitcrypt 2" e apresentar o bilhete, o TROJ_CRIBIT.B muda o papel de parede para um fundo preto sólido, com o texto em branco notificando o usuário de seu atual problema. Para tornar a análise mais difícil, este ransomware não deixa uma cópia de si mesmo no sistema, tornando difícil adquirir uma cópia para estudo de comportamento e identificação do vetor de infecção.
A Trend Micro descobriu uma variante do FAREIT, malware que rouba informação – trata-se do TSPY_FAREIT.BB, que faz o download do TROJ_CRIBIT.B. Essa variação também possui a capacidade de roubar informações de várias carteiras Bitcoin por meio da tentativa de extrair informações a partir dos arquivos wallet.dat (Bitcoin), electrum.dat (Electrum) e .wallet (MultiBit).
Como com o CryptoLocker, os usuários são encaminhados para um site com aparência profissional com o objetivo de desbloquearem seus arquivos. O site é, na verdade, parte da Deep Web, uma vez que só é acessível se for utilizado o navegador Tor. No entanto, os criminosos têm cuidadosamente fornecido um link para o Tor2Web, um serviço que permite aos usuários visitar sites na Deep Web sem usar o Tor. Eles são requisitados a usar o ID BitCrypt encontrado no bilhete de resgate.
Após fazer o login, o usuário é direcionado para a página inicial do BitCrypt, que se descreve como Bitcrypt Software Inc. e fornece ao usuário instruções sobre como recuperar seus dados. Ao mesmo tempo, contudo, é apresentada uma demanda de pagamento de 0,4 BTC – isso, em valores atuais, pode ser convertido em cerca de 240 dólares. Os cibercriminosos até mesmo incluem uma página de FAQ em seu site.
FONTE ultimoinstante
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]

ELECTRUM / TUTORIAL de la Mejor Billetera Caliente para BITCOIN Tutorial para criar sua Coldwallet usando a Electrum Electrum uma carteira para bitcoin - YouTube Esclarecendo Dúvidas sobre a Carteira Electrum Electrum bitcoin wallet instalaçao e backup

Fuente: Electrum. Aquí tenemos que seleccionar el tipo de servidor al cual nos conectaremos. Esto se debe a que contamos con una cartera de cliente ligero, por lo tanto estamos usando servidores de terceros que validan el historial de la cadena de bloques de Bitcoin, donde serán confirmadas y verificadas las transacciones antes de ser propagadas por la red. Electrum Bitcoin Wallet. Impressum This website is hosted by Electrum Technologies GmbH Electrum Technologies was founded by Thomas Voegtlin in 2013. Its mission is to develop, package and distribute Electrum software, and to provide services to Bitcoin users and businesses. COMO UTILIZAR A CARTEIRA ELECTRUM. A Electrum é uma carteira para moedas Bitcoin. Ela está disponível para download para Linux, Windows, OSX e Android. Além de ser bem simples de usar, você também pode levá-la para onde quiser, basta utilizar seu smartphone. Sitios donde puedes usar Bitcoin. En sus inicios, al comenzar su vida como forma de pago, Bitcoin era usado para intercambios personales y saber qué negocio lo aceptaba era todo un problema. Sin embargo, en la actualidad las cosas han cambiado, y mucho, ya que el número de lugares que aceptan Bitcoin va en constante aumento. Ahora puede elegir entre usar la semilla ... o sea que lo que haces es «apostar» a que va a subir o bajar un activo, como por ejemplo Bitcoin. Para comprar criptomonedas debes ir a un exchange (casa de cambio), y para guardar a largo plazo, como te recomiendan aquí, usa un monedero como Electrum, uno en papel o un hardware wallet. Responder. hernan dice. 28 octubre, 2017 al 1:05 am. saludos ...

[index] [684] [14711] [13894] [38570] [41899] [49962] [16236] [37920] [41287] [5544]

ELECTRUM / TUTORIAL de la Mejor Billetera Caliente para BITCOIN

Um tutorial básico de uso da Electrum Wallet para mostrar algumas das funções que essa carteira superversátil de Bitcoin para desktop tem para o benefício de todos os bitcoinheiros. Veja como sacar Electroneum e converter para Bitcoin! Link: http://cryptotchaps.com/link/kucoin KuCoin: http://cryptotchaps.com/link/kucoin ... Hola a todos! En este vídeo les muestro qué es ELECTRUM. Veremos un tutorial de como descargar y configurar el sofware, creando una billetera. ELECTRUM es una billetera gratuita para Bitcoin que ... Carteira electrum guarde seus bitcoins em seu computador Site Electrum ///// https://electrum.org/#home Carteira ..... Confira este tutorial de como criar o seu setup de Coldwallet usando a ótima carteira Electrum. Tutorial de Carteira Fria com a Electrum Wallet https://electrum.readthedocs.io/en/la...

#